Geants


sábado, 29 de novembro de 2014

TRAIL RUNNER



CORRIDA EM TRILHOS DE MONTANHA, NORMALMENTE EM NATUREZA


Tor des Geants. Trilho com corda
Clica para aumentar
Um nome recente em Portugal, uma modalidade há já longos anos praticada por estas paragens.

 Em Portugal, a 1ª prova de montanha digna desse nome teve lugar a 6 de Março de 1983 com a realização dos 12 Kms Manteigas - Penhas Douradas, acompanhada a breve trecho pela realização de outras provas do género um pouco por todo o país. Provas como a Corrida do Monge - Serra de Sintra (1ª edição em 1984), 17 Kms Porto de Mós – Serra d’Aire, Subida do Vale da Bouça ou Escalada ao Cerro de São Miguel – Moncarapacho, datam da década de 80 e tornaram-se clássicas do género a par de outras.

Em meados da década de 90 deu-se o decisivo passo para a implantação das provas de montanha no nosso país com a criação do DESAFIO 95 – Troféu de Corrida de Montanha, 1º circuito competitivo dedicado em exclusivo às provas de montanha em Portugal e que reuniu na ocasião 9 provas, de Março a Outubro desse ano. Ganhei dois desses trofeus (1997 e 2003).

Deste conjunto de 9 provas, faziam parte algumas já clássicas: Os míticos 12Km Manteigas/P.Douradas, Corrida do Monge – Serra de Sintra. A par dessas, “nasceram” o Cross da Serra do Açôr (20Km), os 17km de Pedorido, a subida ao Caramulinho (serra do Caramulo), a corrida de Montejunto, Portinho da Arrábida ao cimo da mesma Serra, o contra-relógio da Serra de Sintra e a mítica TransEstrela (51 Km’s ), na Nossa Serra mais alta do continente.

Mais tarde, quando o desafio já ia nas 18 provas anuais, (1999) Os Montes de Sto. Antão em Vila Praia de Âncora fizeram parte desse Desafio.

A partir de 97, começaram a surgir como cogumelos, corridas de Montanha, sendo muito complicado arranjar-se uma data para uma nova prova.
Torre/Piódão, 2003
Clica para aumentar

Um amigo da montanha de longa data, Sálvio Nora, faleceu em 9 de Maio de 2006.

Um amigo comum, José Moutinho, resolveu realizar uma prova anual. Falou essa intenção comigo e com o Sálvio Nora. Como o “Santuário” de treino de Sálvio eram a Serra d’Arga e a Serra da Freita, O Zé optou pela Serra da Freita.

Entretanto, o Sálvio adoeceu gravemente e no espaço de um mês faleceu. O Zé Moutinho imediatamente transformou a prova que havia pensado em homenagem a Sálvio Nora, tendo nascido aí o Ultra Trail da Serra da Freita/Sálvio Nora (50Km).

O nome Trail nasceu há já muitos anos na América do Norte, tendo mais tarde chegado à Europa. Em Portugal chegou pelas “mãos” do Zé Moutinho, em 2006, sendo a Serra da Freita a contemplada!

Em 2010, os Amigos da Montanha organizaram, Com Carlos Sá na organização, o seu 1º Ultra Trail.

 Em 2011, com a formação da Desnível Positivo - Associação Luso Galaica, o Carlos Sá organiza o seu 1º GTSA.

A partir dessa altura, é o que se vê! Tal como aconteceu com as corridas de Montanha a partir de determinada data, está a acontecer com o Trail, um aumento vertiginoso de novos Trail’s e Ultra Trail’s. 

Em face do exposto, o autor destas linhas, já faz Ultra Trail desde 1995 (1ª TransEstrela)!!!

Guadarrama 2001
Clica para aumentar

Guadarrama 2002
Clica para aumentar

Guadarrama 2002
Clica para aumentar

Quim Sampaio

1 comentário:

  1. Um pouco de história! Muito bom para quem não conhece a "chegada" do trail em Portugal... :-)

    ResponderEliminar