Lavaredo


sexta-feira, 12 de dezembro de 2014


Pela Dra. Fernanda Verde


A ventosaterapia pode ser utilizada para tratar diversos problemas de saúde e também celulites e estrias Muito utilizada hoje em dia como uma técnica para tratar celulites e estrias, a ventosaterapia, surgiu há milhares de anos e foi desenvolvida pelos chineses.

Os primeiros objetos utilizados para a realização do processo terapêutico, eram cabaças.

Tratava-se de um método de cura para inúmeras doenças como, pressão alta, dores musculares, acúmulo de pus, e diversos tipos de doenças, mas, atualmente esta técnica vem sendo utilizada também, para fins estéticos, como por exemplo a redução de volume.

VENTOSATERAPIA PARA TRATAR CELULITES

A ventosaterapia aplicada no tratamento para eliminar as celulites vem fazendo sucesso e alcançando bons resultados.


Ventosoterapia
Clica para aumentar
O processo inicia-se através da utilização de campânulas de vidro ou, pequenos copos que actuam como ventosas.
Estas campânulas utilizam o calor para ativar a sucção da pele. Em casos patológicos este método pode promover a sucção de sangue, alcançando até as camadas mais profundas da pele, mas quando utilizado para fins estéticos a sua atuação é bem mais suave.

Os copos de vidro ou campânulas deslizam sobre o corpo do cliente e massageiam a pele. O objetivo desta ação massageadora, é ofertar mais oxigênio às células, melhorar a circulação sanguínea, acelerar o metabolismo e auxiliar a função linfática a eliminar as toxinas aliviando as celulites.

VENTOSATERAPIA PARA TRATAR ESTRIAS

No tratamento das estrias, a ventosaterpia poderá atuar de forma a promover a sangria na região afetada. O objetivo é aumentar o volume sanguíneo e líquido na região e favorecer a elasticidade da pele.
Este procedimento também estimula o colágeno e regenera as células atenuando o aspecto das estrias brancas. As estrias brancas são mais difíceis de tratar, pois são mais antigas, por isso o tratamento indicado atinge camadas mais profundas da pele. A sensação é de dor suportável no local da aplicação, e as sessões variam conforme a necessidade da cliente.

CONTRAINDICAÇÕES DA VENTOSATERAPIA

A ventosaterpia é contraindicada em casos de insuficiência cardíaca, hipertensão do fogo, febre alta, cólica, e doenças de pele como, psoríase, dermatite e micose. A pessoa deverá evitar as ventosas caso tenha sofrido hematomas recentes, tenha diagnóstico de osteoporose. OBS: As ventosas devem permanecer na pele por até 15 minutos para evitar complicações.


Ventosoterapia
Clica para aumentar
CONCLUSÃO Como pudemos observar, o tratamento com ventosaterapia para tratar celulites e estrias é muito eficiente, além de ser fácil encontrar hoje em dia profissionais que tenham especialização nesta técnica. Antes de contratar qualquer profissional, é importante saber qual sua especialização e se possui experiência com a ventosaterapia com objetivos estéticos para garantir que o tratamento funciona.


Acupuntora/ Osteopata

Fernanda verde

Sem comentários:

Enviar um comentário