Geants


quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

O nevoeiro e Sentido de orientação

Serra d'Arga com nevoeiro
Clica para aumentar
Estas dicas são dirigidas em geral a todas as pessoas que frequentam as montanhas mas em especial aos companheiros de Trail Running.

Certamente que já se depararam com situações de muito nevoeiro, em competição e ou treinos.
Em competição, normalmente o percurso está balizado, por isso estamos confiantes. Mas em treino, normalmente não há marcações.

E há percursos que podem ser mistos: Estrada ou estradão, trilhos ou em plena Natureza sem qualquer trilho.
Aqui a “coisa” com nevoeiro, pode ficar muito complicada, tornando-se até muito perigosa. Perigosa porque poderás ter dificuldade em reencontrar o caminho de volta (se não tiveres um dispositivo que te ajude), e se o vento e frio for uma realidade, a hipotermia e consequente morte poderá ser uma triste realidade.


Serra d'Arga com nevoeiro
Clica para aumentar
Há Serras em Portugal que são mais propícias a grandes 
concentrações e com muita frequência a grandes volumes de nevoeiro e simultaneamente muito opaco. Entre essas Serras, destaco aqui o meu Santuário de treino, a Serra de Arga!

Esta Serra fica com muita frequência e repentinamente envolta em forte camada de nevoeiro. Quem não conhecer perfeitamente o terreno que “pisa”, pode ficar deveras em perigo. Tem escarpas muito acentuadas e de grande profundidade, tornando-se por isso praticamente fatais.
Dir-me-ão: Mas eu não me encosto a essas escarpas. Acontece que já lá encontrei visibilidade inferior a 2 metros. E uma visibilidade desta ordem de grandeza, pode não permitir o desvio atempadamente do precipício.

Perante uma situação destas, devemos imediatamente voltar para trás pelo mesmo percurso. Na falta de GPS presente, terão que ter em atenção o seguinte:
SEMPRE que iniciarem a subida, devem (terão mesmo) que verificar a direcção do vento e se a direcção é constante. Terão SEMPRE que monitorizar essa direcção e em curvas acentuadas memorizar de que lado sentem o vento.


Serra d'Arga com nevoeiro
Clica para aumentar
Em caso de desorientação e falta de equipamento, essa constante monitorização permito-nos inversamente regressar a um local (com maior ou menor dificuldade), já fora do nevoeiro, podendo a partir daí chegar ao ponto de partida em segurança.

Há relatos de pessoas perdidas nesta Serra durante várias horas (muitas), tendo-lhes valido os agasalhos apropriados que felizmente levavam para resistirem ao frio, até que as equipas de resgate os encontrassem e os trouxessem de volta sãos e salvos. Foram, como disse várias pessoas.
Não facilitem, são as vossas vidas que estão em jogo!!!!!!!

Quim Sampaio-Ultra Trail

1 comentário:

  1. Parabens amigo Sampaio! Nao te fazia tao aventureiro! Que eras um bom ciclista, disso eu tinha conhecimento, mas que eras um sonhador nato, estou a sabe-lo agora! Vou continuar a ler-te amanha, que a hora de hoje ja vai avançada. Parabens pelo blogue. Temos que nos encontrar. Um abraço do Pedro

    ResponderEliminar